REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Archive for the ‘Automobilismo’ Category

Morreu o piloto que empurrou o carro para ser campeão de Fórmula 1

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em maio 19, 2014

Jack Brabham ganhou os títulos mundiais em 1959 e 1960 e seis anos depois tornou-se o único piloto de Fórmula 1 a ganhar com um carro de produção própria.

Jack Brabham posa junto do selo com a sua imagem, de uma coleção lançada na Áustria em junho de 2006 sobre pilotos lendários da Fórmula 1

Jack Brabham posa junto do selo com a sua imagem, de uma coleção lançada na Áustria em junho de 2006 sobre pilotos lendários da Fórmula 1 / GUENTER R. ARTINGER/REPA

Jack Brabham, o australiano tricampeão mundial de Fórmula 1 que ficou famoso por ter empurrado durante 45 metros o seu Cooper T51, sem gasolina, até à linha de meta do GP dos EUA, para acabar em 4.º lugar e conquistar o seu primeiro título, morreu esta segunda-feira em sua casa, em Gold Coast, Austrália, aos 88 anos.

Também conhecido como Sir Jack após ser nomeado cavaleiro em 1979, ganhou os títulos mundiais em 1959 e 1960 (ambos em Cooper) e tornou-se o único piloto de F1 a vencer um campeonato num carro de produção própria (Brabham), que lhe deu a terceira conquista, em 1966. Criada em 1961, a escuderia Brabham viria a conquistar mais três títulos, por Dennis Hulme (1967) e Nelson Piquet (1981 e 1983), antes da extinção em 1992.

“É um dia muito triste para todos nós”, lê-se num comunicado que a família entregou aos media após a notícia da sua morte. “Ele viveu uma vida incrível, conseguindo alimentar o seu sonho e vai continuar a viver no meio do assombroso legado que deixa para trás”, acrescenta a nota, citada pela AP. O gosto pela velocidade foi transmitido aos três filhos de Jack Brabham, Geoff, Gary e David, e até dois dos netos já lhe seguem as pisadas e tentam a sua sorte no mundo motorizado.

Alan Jones, piloto australiano que ganhou o título mundial de Fórmula 1 em 1980, diz que Brabham foi uma inspiração para as gerações seguintes: “Projetando e construindo seu próprio carro conseguiu ganhar o Mundial, um feito inacreditável nunca antes alcançado e que acho que nunca mais vai ser repetido. Ele abriu os olhos do mundo para talento australiano”, disse à AP.  – http://expresso.sapo.pt/morreu-o-piloto-que-empurrou-o-carro-para-ser-campeao-de-formula-1=f870984

Posted in Automobilismo, COMPETIÇÕES | Leave a Comment »

O puto do capacete amarelo morreu, mas continua vivo

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em maio 1, 2014

A 1 de maio de 1994, a Fórmula 1 mudou para sempre com a morte de um dos seus mitos: Ayrton Senna. Vinte anos depois, o piloto brasileiro é ainda uma das grandes referências da modalidade. Mariana Cabral – Ler mais: http://expresso.sapo.pt/o-puto-do-capacete-amarelo-morreu-mas-continua-vivo=f867889#ixzz30Sx25mke

Posted in Automobilismo, COMPETIÇÕES | Leave a Comment »

Ex-mulher do antigo piloto Jacky Ickx atacada à catanada em Moçambique

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em abril 2, 2014

Uma cidadã belga, ex-mulher do antigo piloto de Fórmula-1 Jacky Ickx, foi atacada à catanada, durante um assalto à sua residência no norte de Moçambique, tendo ficado com uma mão decepada. Segundo noticiam esta quarta-feira jornais belgas, o assalto ocorreu na madrugada de sábado, na região de Pemba, capital da província de Cabo Delgado e foi levado a cabo por três homens que se introduziram no quarto da mulher. Quando se tentava proteger, a vítima, de 56 anos, teve uma mão decepada por um golpe de catana.

Na zona reside um casal de aristocratas belgas que ajudaram a sua conterrânea, enquanto o ex-marido, Jacky Ickx, solicitou o apoio do príncipe Alberto II do Mónaco para a levar para a África do Sul, onde foi operada. A criminalidade é um fenómeno raro naquela região, um dos grandes destinos turísticos de Moçambique, que, no entanto, conhece um acelerado desenvolvimento causado pela descoberta de gigantescas reservas de gás natural, ao largo da sua costa.

O piloto belga Jacky Ickx, 69 anos, competiu na Fórmula 1 entre 1969 e 1979, tendo vencido seis grandes prémios, e obteve igual número de vitórias nas 24 Horas de le Mans, onde correu entre 1969 e 1982. http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Palops/Interior.aspx?content_id=3791643

Vanina Ickx – Filha de Jacky Ickx

 

Posted in Automobilismo, AUTOMOTORES, COMPETIÇÕES, Fora de Série | Leave a Comment »

Ecclestone é afastado da direção da F-1 por seu julgamento na Alemanha

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em janeiro 19, 2014

O magnata, acusado de suborno e indução à fraude pela Promotoria de Munique, fica afastado da tomada de decisões na Fórmula 1 enquanto durar o processo

O britânico Bernie Ecclestone. / M.Thompson (Getty Images)

A justiça alemã segue pressionando o magnata da Fórmula 1 Bernie Ecclestone, que será processado neste ano por suborno. A Audiência Territorial de Munique ordenou a abertura de um julgamento do multimilionário britânico. Ecclestone, de 83 anos, anunciou sua disposição de colaborar, de modo que poderia comparecer ao julgamento oral que será realizado no final de abril. Após a notícia, a CVC Capital Partners, empresa de investimentos ligada aos direitos de exploração do circo, afastou o magnata da tomada de decisões importantes enquanto durar o processo judicial alemão. A companhia, no entanto, ratifica Ecclestone como gerente do negócio, o que fará com que ele siga relacionado à atividade da F-1 e ao negócio das corridas.

O afastamento de Ecclestone, por ora, está condicionado à decisão da CVC. Agora, a assinatura de contratos e as operações de maior relevância deverão ser aprovadas pelo presidente dessa entidade, Peter Brabeck-Letmathe, e o vice-presidente, Donald Mackenzie.

A Promotoria o acusa de ter pago em 2006, por favores ilegais, 105 milhões de reais (33 milhões de euros) a um banqueiro alemão chamado Gerhard Gribkowsky, que, por sua vez, está preso por um crime de evasão fiscal. Precisamente por causa desses 105 milhões de reais que Ecclestone admite ter dado a ele. Mas seus advogados negam que se trate de um suborno.

Gribkowsky era diretor do ruinoso banco público bávaro BayernLB. Entre suas tarefas estava a administração dos direitos na Fórmula 1, propriedade do banco desde a bancarrota do império midiático de Leo Kirch em 2002. Segundo disse o próprio ex-banqueiro condenado, Ecclestone pagou a ele 105 milhões de reais para mudar a venda do pacote de investimentos do BayernLB no chamado “circo do automobilismo”. Segundo o réu, Ecclestone chegou a ameaçá-lo para manter o controle do lucrativo negócio.

O alemão foi condenado mais de oito anos de prisão em 2012, mas há meses que desfruta do regime aberto e pode trabalhar fora da prisão. Os juristas de Ecclestone o acusam de ter obtido esses privilégios, generosos para o duro sistema judicial alemão, graças à invenção de um depoimento incriminatório contra o britânico.

Os juízes que condenaram o alemão disseram em sua sentença que Ecclestone o tinha “induzido ao delito”. O britânico negou desde o princípio qualquer intenção delituosa nos milionários pagamentos a Gribkowsky, referindo-se a so como um antigo colaborador. Ele diz que a vultosa soma paga a Gribkowsky se refere a uma chantagem feita pelo alemão, que o tinha ameaçado com uma denúncia sobre falsos movimentos financeiros em suas empresas. Os pagamentos efetuaram-se entre julho de 2006 e dezembro de 2007.  – http://brasil.elpais.com/brasil/2014/01/16/deportes/1389869596_268408.html

Posted in Automobilismo, COMPETIÇÕES | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: