REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em julho 23, 2014

Pais escrevem carta sobre os 3 filhos que perderam no MH17 Numa carta aberta dirigida a familiares e políticos, Anthony e Marite partilham a dor que sentem pela perda e revolta e pedem privacidade e respeito à comunicação social. Anthony Maslin e Marite Norris são pais de três crianças australianas que morreram, assim como o avô que as acompanhava, na passada quinta-feira, na sequência do voo MH17 ter sido abatido, na Ucrânia. Numa carta, que tornaram pública através do Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Comércio da Austrália, descrevem a dor que sentem neste momento, depois da perda que sofreram. “Estamos a viver o inferno para além do inferno. Os nossos bebés já não estão connosco.
Temos que viver este ato de horror todos os dias e todos os momentos para o resto das nossas vidas.” São palavras que se podem ler no comunicado, onde os pais afirmam que ninguém deve passar por uma dor similar: “Nem mesmo as pessoas que mataram a nossa família.” (Pode ler a carta na íntegra no fim do texto) Mo, de 12 anos, Evie, de 10, e Otis, de 8, voltavam a casa depois de umas férias na Europa na companhia do avô Nick, a tempo de começarem as aulas, enquanto os pais planearam ficar mais tempo em Amesterdão, na Holanda, local de onde descolou o avião da Malaysia Airlines abatido por um míssil na Ucrânia e que tinha como destino Kuala Lumpur (Malásia). Os irmãos e o avô seguiam depois para a Austrália. Na carta, agradecem a todos os familiares e amigos que os têm apoiado e cujo amor os “mantém vivos”. D.P. – Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/pais-escrevem-carta-sobre-os-3-filhos-que-perderam-no-mh17

A CARTA DO PAIS

“Uma mensagem para os soldados na Ucrânia, para os políticos, para os meios de comunicação social, para os nossos amigos e para a nossa família. A nossa dor é intensa e implacável. Nós vivemos um inferno para além do inferno. Os nossos bebés não estão aqui connosco. Temos que viver com este ato de horror todos os dias e todos os momentos para o resto das nossas vidas. Ninguém merece o que estamos a passar.
Nem as pessoas que mataram a nossa família. Nenhum ódio neste mundo é tão forte como o amor que nós temos pelos nossos filhos, por Mo, por Evie, por Otis. Nenhum ódio neste mundo é tão forte como o amor que nós temos pelo avô Nick. Nenhum ódio neste mundo é tão forte como o amor que nós temos um pelo outro. Esta é uma revelação que nos dá algum conforto. Pedimos a todos que se lembrem disto quando tomarem decisões que nos afetem e às outras vítimas deste horror. Até agora, todos os momentos desde que saímos de casa, temos estado rodeados de família e amigos.
Rezamos desesperadamente para que isso continue, porque esta expressão do amor é o que nos mantém vivos. Queremos continuar a saber coisas sobre a vossa vida, o bom e o mau. Nós já não queremos viver as nossas vidas. Por isso, gostaríamos de agradecer a toda a gente, a todos os nossos amigos, família e comunidade incríveis, e dizer-vos que vos amamos muito. Também queríamos agradecer às pessoas do Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Comércio da Austrália, à coordenadora local Claire, e a Diana e Adrian, de Haia, sem os quais não estaríamos aqui. Pedimos aos meios de comunicação social que respeitem a privacidade da nossa família e amigos, a dor não é uma história.
Anthony Maslin & Marite Norris”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: