REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Bisneto de fundador dos escuteiros condenado por assassinato da mulher

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em julho 16, 2014

Julgamento decorreu durante seis semanas e os jurados decidiram a sentença após terem estado reunidos durante 21 horas. Um tribunal australiano condenou Gerard Baden-Clay, de 43 anos, – bisneto do fundador dos escuteiros Baden-Powell – a um mínimo de 15 anos de prisão pelo assassinato da sua mulher, Allison, antiga miss beleza e mãe dos seus três filhos. A decisão foi conhecida esta terça-feira

Baden-Clay terá morto a mulher em abril de 2012, após uma discussão e na sequência de uma luta entre ambos na casa onde viviam, tendo depois levado o corpo até a uma ponte localizada a cerca de dez quilómetros de distância, de onde o atirou para um rio. O procurador Todd Fuller afirmou ao tribunal que o arguido “efetiva e eficientemente” matou a sua mulher, provavelmente sufocando-a, enquanto ela lutava pela sua vida.

O testemunho da antiga amante e os golpes no pescoço

À data do crime, Baden-Clay tinha diversos casos extraconjugais e a sua agência imobiliária estava endividada. A sua amante de então, Toni McHugh, declarou ao tribunal que o arguido planeava estar separado a 1 de julho desse ano. Dois golpes profundos que o arguido apresentou no pescoço, após o desaparecimento da sua mulher, foram um dos elementos determinantes para a sua condenação. Os jurados consideraram que provavam que a vítima tentou defender-se. O julgamento decorreu durante seis semanas e os jurados decidiram terça-feira a sentença após terem estado reunidos durante 21 horas.

O anterior pedido para o assassinato da mulher

O assassinato ocorreu durante a noite, quando os três filhos do casal estavam a dormir. Baden-Clay afirmou que a mulher desaparecera enquanto ele tinha ido dar um passeio. O corpo seria descoberto 11 dias depois. Antes do crime, Baden-Clay já fora alvo de uma investigação policial devido à queixa apresentada por uma mulher, Melissa Romano, que afirmou que, enquanto a entrevistou para um emprego, ele lhe pediu para matar a sua esposa. Romano começou por encarar a proposta como uma piada, mas Baden-Clay terá frisado estar a falar a sério. A polícia acabou no entanto por desvalorizar o caso, considerando que a proposta se tratara, apenas, de uma tentativa de sedução. O seu bisavô, Lorde Baden Powell, falecido em 1941, foi tenente-coronel do exército britânico e tomou-se mundialmente conhecido por ter fundado o movimento dos escuteiros. http://expresso.sapo.pt/bisneto-de-fundador-dos-escuteiros-condenado-por-assassinato-da-mulher=f881428

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: