REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Joseph Kony está algures no Sudão do Sul

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em maio 13, 2014

O criminoso que consta da lista dos dez mais procurados do mundo pelo TPI, esconde-se no Sudão do Sul, diz um relatório da ONU.

Joseph Kony, um dos homens mais procurados do mundo, estará no Sudão do Sul

Joseph Kony, um dos homens mais procurados do mundo, estará no Sudão do Sul / STUART PRICE/AFP/Getty Images

O rebelde Joseph Kony, líder do Exército de Resistência do Senhor (LRA, na sigla em inglês) está escondido no Sudão do Sul, numa região controlada pelo Sudão e que faz fronteira com este país e com a República Centro-Africana. A informação veiculada por várias agências de notícias consta de um relatório do Conselho de Segurança da ONU onde pode ler-se que “fontes credíveis sugerem que o líder da LRA e os comandantes daquele exército procuraram recentemente refúgio em zonas controladas pelo Sudão”. A ONU está convencida de que os comandantes do LRA estão escondidos na República Centro-Africana, e de que estão a aproveitar-se da instabilidade naquele país para se reagruparem. De acordo com a “Al Jazeera”, o relatório sugere que “apesar do LRA ter perdido alguma força, continua a representar uma potencial ameaça e uma força poderosa”.

Caça ao homem

Durante quase duas décadas, Kony conduziu vários ataques contra o Governo do Uganda e enfrenta acusações de violação, mutilação, assassínio e rapto de crianças – os rapazes para serem soldados e as raparigas para serem usadas como escravas sexuais. Em 2005, o Tribunal Penal Internacional emitiu um mandado de captura contra Kony. Uma força especial da União Africana, composta por cinco mil homens e 100 elementos das Forças Especiais norte-americanas montou uma verdadeira caça ao homem, bem como a todos os comandantes do LRA, que ainda continuam a monte.O Departamento de Estado dos EUA anunciou que dará uma recompensa de 5 milhões de dólares (3,6 milhões de euros) a quem tiver informações que levem à prisão ou condenação de todos os membros do Exército de Resistência. Desde 2008, o LRA matou mais de 2600 civis e raptou mais de 4000 pessoas, segundo dados da ONG Human Rights Watch. http://expresso.sapo.pt/joseph-kony-esta-algures-no-sudao-do-sul=f869781

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: