REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Meninas raptadas serão “vendidas e casadas à força”

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em maio 5, 2014

Meninas raptadas serão "vendidas e casadas à força"
Fotografia © Reuters

O líder do grupo extremista islâmico Boko Haram reivindicou hoje o sequestro de mais de 200 raparigas em abril, no nordeste da Nigéria, e disse que elas vão ser tratadas como “escravas”, “vendidas” e “casadas” à força.

“Raptei as vossas raparigas”, afirmou Abubakar Shekau, num vídeo de 57 minutos obtido pela agência France Presse.

Duzentas e setenta e seis raparigas adolescentes foram raptadas a 14 de abril da escola que frequentavam em Chibok (nordeste), no estado de Borno. Segundo a polícia, 53 raparigas conseguiram fugir, mas 223 continuam sequestradas. Lusa – http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=3844896&seccao=%C1frica

Raparigas raptadas serão “escravas”, “vendidas” e “casadas” à força

O líder do grupo extremista islâmico Boko Haram reivindicou, esta segunda-feira, o sequestro de mais de 200 raparigas em abril no nordeste da Nigéria e disse que elas vão ser tratadas como “escravas”, “vendidas” e “casadas” à força.

foto AFPRaparigas raptadas serão "escravas", "vendidas" e "casadas" à força

“Raptei as vossas raparigas. Vou vendê-las no mercado, por Alá”, afirmou Abubakar Shekau, num vídeo de 57 minutos obtido pela agência France Presse. Duzentas e setenta e seis raparigas adolescentes foram raptadas a 14 de abril da escola que frequentavam em Chibok (nordeste), no estado de Borno. Segundo a polícia, 53 raparigas conseguiram fugir, mas 223 continuam sequestradas.

No vídeo, Shekau diz “manter as pessoas como escravas” e afirma que raptou as raparigas porque “a educação ocidental deve acabar” e as raparigas “devem abandonar” a escola e “ser casadas”. O líder do grupo extremista surge nas imagens em uniforme de combate, em frente de um veículo blindado e junto de duas camionetas com metralhadoras. Junto de Sekau veem-se seis homens armados com as caras tapadas. Nos primeiros 15 minutos do vídeo, Sekau critica a democracia, a educação ocidental e os esforços para que muçulmanos e cristãos vivam em paz.

“Raptei uma rapariga de uma escola de educação ocidental e vocês ficam indignados. Digo que a educação ocidental tem de acabar: Raparigas, saiam (da escola) e casem-se”, afirma. A Nigéria, o país mais populoso de África com cerca de 160 milhões de habitantes, tem sido palco nos últimos anos de dezenas de ataques reivindicados pelo Boko Haram, grupo radical islâmico que quer impor a “sharia” (lei islâmica) no país. Só este ano, mais de 1500 pessoas morreram em ações atribuídas ao grupo extremista. http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=3845036&page=-1

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: