REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Cientistas descobrem evidências que confirmam a teoria do Big Bang

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em março 17, 2014

  • Sinais da expansão do Universo detectados por pesquisadores representam a peça final de uma das maiores realizações do intelecto humano

 Foto de 2008 mostra o telescópio BICEP2, no Polo Sul, na Antártida Foto: REUTERS/HANDOUTFoto de 2008 mostra o telescópio BICEP2, no Polo Sul, na Antártida REUTERS/HANDOUT

Astrônomos anunciaram nesta segunda-feira terem descoberto o que muitos consideram o Santo Graal do setor: ondulações no tecido do espaço-tempo que são ecos da imensa expansão do Universo que aconteceu pouco depois do Big Bang.

Prevista por Albert Einstein quase um século atrás, a descoberta das ondas gravitacionais seria a peça final de uma das maiores realizações do intelecto humano, ajudando os cientistas a entender como o Universo começou e se tornou a miríade de galáxias e estrelas, nebulosas e vastas extensões de espaço vazio que constituem o Universo conhecido.

– Detectar este sinal é um dos objetivos mais importantes da cosmologia hoje – disse à agência de notícias Reuteres John Kovac, do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian e que liderou a pesquisa, em um comunicado.

As ondas gravitacionais são ondulações minúsculas e primordiais que se propagam pelo cosmo. Os astrônomos as buscam há décadas, porque são a prova que falta para duas teorias, uma das quais inaugurou a era atual de pesquisa sobre as origens e a evolução do cosmo – a Teoria Geral da Relatividade de Einstein, publicada em 1916 – e outra que deu os retoques finais nela, chamada inflação cósmica, desenvolvida nos anos 1980.

As ondas gravitacionais foram detectadas por um telescópio no Pólo Sul chamado Bicep (Imagem de Fundo de Polarização Cósmica Extragalática, na sigla em inglês). O instrumento, que escaneia o céu a partir do Pólo Sul, examina o que se chama de microonda cósmica de fundo, uma radiação extremamente fraca presente em todo o Universo.

Sua descoberta em 1964 pelos astrônomos dos laboratórios Bell, em Nova Jersey, foi saudada como a melhor prova até hoje de que o Universo começou em uma explosão imensamente quente. – Era como encontrar uma agulha em um palheiro, mas em seu lugar encontramos uma barra de metal – disse o físico Clem Pryke, da Universidade de Minnesota, chefe adjunto da equipe. Para o físico teórico Avi Loeb, da Universidade de Harvard, o avanço “representa um novo esclarecimento sobre algumas das questões mais fundamentais para saber por quê existimos e como o Universo começou”. http://oglobo.globo.com/ciencia/cientistas-descobrem-evidencias-que-confirmam-teoria-do-big-bang-11901622

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: