REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Milagre no Pacífico em dúvida

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em fevereiro 6, 2014

O facto de se encontrar pouco queimado e não estar magro criou ceticismo quanto à história

O pescador José Alvarenga diz ter sobrevivido 14 meses à deriva no Pacífico. A história deixa muitas interrogações.

O pescador que diz ter sobrevivido quase 14 meses à deriva num pequeno barco no oceano Pacífico está a ter dificuldade em convencer as autoridades da autenticidade do seu relato. Se for verdade, “ele é um verdadeiro milagre em duas pernas”, afirmou um dos médicos que o assistiram depois de ser encontrado, na semana passada, nas Ilhas Marshall.

“Não tem tosse nem febre e não está muito magro”, afirmou o Dr. Nestor de Vesi, o primeiro a examiná-lo após o resgate em Ebon. “Tudo levava a crer que estivesse muito pior”, afirmou Anjane Kattil, do governo das Ilhas Marshall. José Salvador Alvarenga, de 37 anos, natural de El Salvador, diz que foi levado por uma tempestade pouco depois de partir de Costa Azul, aldeia piscatória no estado mexicano de Chiapas, em dezembro de 2012. Para o ajudar na pesca ao tubarão, levava um adolescente de nome Ezequiel, que terá morrido poucos meses depois, por não aguentar no estômago uma dieta de carne de aves e peixes crus, água da chuva, sangue de tartaruga e urina.

“Não queria morrer de fome”, diz Alvarenga, “mas pensei no suicídio”. Quando dormia, sonhava com comida: “Imaginava uma tortilha, mas acordava e só via sol e mar.” Além das autoridades, pescadores que o conheciam também têm dificuldade em aceitar que tenha viajado quase 12 mil quilómetros em 14 meses. “Há coisas mal explicadas”, disse Villermino Rodriguez, armador em Costa Azul, dizendo que o pescador não explica, por exemplo, como recolheu água da chuva. Já José Manuel Aragon, da Proteção Civil de Chiapas, recorda 15 dias de buscas infrutíferas pelos pescadores em 2012 e conclui: “Talvez tenha sido tudo planeado.”

Verdade ou não, em Garita Palmera, aldeia natal de Alvarenga, a família, da qual está separado há oito anos, só pensa no regresso. “A primeira coisa que vou fazer é abraçá-lo”, afirmou a filha. Depois de deixar o hospital, o pescador será levado para o México e daí para El Salvador, onde deverá chegar amanhã. F. J. Gonçalves – http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/milagre-no-pacifico-em-duvida

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: