REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

“Bethoven japonês” confessa não ser o autor das sinfonias

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em fevereiro 6, 2014

O compositor de música clássica japonês Mamoru Samuragochi chocou o país ao confessar que não é o autor das peças que o fizeram famoso. O músico, surdo desde os 35 anos, contou que contratou um outro músico para escrever as composições que lhe garantiram o nome de “Bethoven japonês”.

foto YOSHIKAZU TSUNO / AFP

"Bethoven japonês" confessa não ser o autor das sinfonias

Takashi Niigaki, o professor de música de 43 anos

“Comecei a utilizar alguém que compusesse para mim, em 1996, quando me pediram pela primeira vez a banda sonora de um filme”, reconheceu o músico.

A notícia provocou uma autêntica revolução no Japão. A distribuidora Nippon Columbia decidiu suspender as vendas e difusão dos discos Mamoru Samuragochi, tanto nas lojas, como na Internet. Todos os concertos agendados foram cancelados.Poucas horas após a confissão, Takashi Niigaki, um professor de música de 43 anos, saiu da sombra e, em conferência de imprensa, quebrou o silêncio. Aos jornalistas, contou que que compôs as peças de Mamoru Samuragochi durante 18 anos.”Há 18 anos que sou o escravo de Samuragochi”, explicou, num tom monocórdico. “Nunca pensei uma única vez que fosse mesmo surdo”, disse Niigaki, numa entrevista ao semanário “Shukan Bunshun”.

“No princípio aceitei. Mas há medida que foi ficando mais famoso, comecei a acreditar que um dia seria apanhado”, explicou o músico. “Pensava que eu seria um assistente, mas descobri demasiado tarde que Samuragochi era incapaz de compor. Em vez de assistente, tornei-me cúmplice”.”Disse-lhe repetidamente que queria parar, mas ele não quis saber e continuou a pagar-me. O que quer que lhe dissesse, ele não compreendia”, disse. “No ano passado, disse-me por email que se suicidaria se eu parasse de compor”.Segundo a biografia oficial, Mamoru Samuragochi é filho de sobreviventes da bomba atómica de Hiroshima e, apesar de uma doença degenerativa lhe ter feito perder completamente a audição aos 35 anos, continuou a compor.

Mamoru Samuragochi diz também, no site da Internet, que é um compositor autodidata e garante que foi a sua mãe que o ensinou a tocar piano quando tinha quatro anos e que, aos 10 anos, já interpretava Beethoven e Bach.O seu maior êxito foi conquistado com a “Sinfonia n.º 1 Hiroshima”, que em 2011 vendeu 147 mil cópias, um número muito elevado para um disco de música clássica no Japão. O fenómeno Samuragochi atingiu o auge após o tsunami que em 2011 atingiu o Japão, tendo “Sinfonia de Hiroshima” sido uma espécie de hino de reconstrução do país.Desde a revelação, Mamoru Samuragochi mantém-se em silêncio. Através do advogado, disse saber “tratar-se de uma traição aos admiradores e que dececionou todos à sua volta. http://www.jn.pt/PaginaInicial/Cultura/Interior.aspx?content_id=3671815&page=-1

Uma resposta to ““Bethoven japonês” confessa não ser o autor das sinfonias”

  1. Reblogged this on O LADO ESCURO DA LUA.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: