REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Morre Ariel Sharon, o “carniceiro de Sabra e Chatila”

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em janeiro 11, 2014

Finalmente neste sábado as autoridades israelenses decidiram desligar os aparelhos que mantinham a vida vegetativa do general e ex-primeiro-ministro Ariel Sharon, que devotou sua vida a massacrar palestinos e expandir o estado artificial de Israel, não importando o custo a ser pago – inclusive desafiando todas as leis internacionais e as Nações Unidas.

Nos últimos oito anos, ele permaneceu em estado vegetativo, como consequência de um derrame cerebral ocorrido no início de 2006 – um fim merecido para um general psicopata que comandou os maiores massacres da humanidade, como o de Sabra e Chatila, que mereceu a qualificação de Ato de Genocídio por parte da Assembleia Geral das Nações Unidas – resolução 37/123. Sob as ordens de Ariel Sharon foram mortos 2.400 palestinos (segundo a Cruz Vermelha), na maioria crianças e idosos nos campos de refugiados de Sabra e Chatila no Líbano, no dia 16 de setembro de 1982, com o apoio da Falange Libanesa.

No primeiro dia de 2014, o hospital Shaba, em Tel Aviv, onde Sharon estava internado, informou um sério agravamento do estado de saúde de ‘Arik’ (apelido de Ariel). Dois dias depois, Zeev Rotstein, diretor do hospital Sheba, comunicou a falência múltipla de órgãos vitais do ex-primeiro-ministro e sinalizou que Sharon poderia morrer em breve: “Não temos bons sinais para o futuro”, disse.

Sharon sempre despertou reações contraditórias em Israel, onde era considerado tanto um assassino inconsequente, responsável por expandir colônias sem se importar com a repercussão internacional e protagonista na invasão do Líbano, em 1982. Por outro lado, os setores mais extremistas de Israel – os religiosos fanáticos e sionistas em geral – consideram Sharon um herói que teve papel brilhante e determinante na guerra de 1973, o que lhe valeu o apelido de “Rei de Israel”. Sobre a morte do “Carniceiro de Sabra e Chatila”, o jornalista e escritor brasileiro-libanês George Bourdoukan escreveu: “Os carrascos também morrem. O carniceiro de Sabra e Chatila morreu. Que a terra lhe seja tão pesada quanto ele foi para ela”. http://www.marchaverde.com.br/2014/01/morre-ariel-sharon-o-carniceiro-de.html

Uma resposta to “Morre Ariel Sharon, o “carniceiro de Sabra e Chatila””

  1. Reblogged this on O LADO ESCURO DA LUA.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: