REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Rússia amnistia as Pussy Riot e ativistas da Greenpeace

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em dezembro 18, 2013

A Câmara Baixa do Parlamento russo aprovou esta quarta-feira uma amnistia que abrange cerca de 25 mil detidos e que vai incluir as detidas do grupo punk Pussy Riot e os ativistas do Greenpeace que foram detidos a bordo do “Arctic Sunrise”.

foto NATALIA KOLESNIKOVA/AFPRússia amnistia as Pussy Riot e ativistas da Greenpeace

A amnistia, proposta inicialmente pelo presidente Putin para celebrar os 20 anos da Constituição russa, foi ampliada pela Duma aos condenados e acusados de participar em desordens públicas.

Porém, a amnistia – que entrará em vigor aquando da publicação oficial, que se prevê aconteça esta semana – não é aplicável aos acusados de “organizar desordens públicas”, pelo que não inclui o líder da Frente de Esquerdas, Serguéi Udaltsov, que está sob prisão domiciliária e que poderá ser condenado a 10 anos de prisão.

Serguéi Udaltsov esteve à frente dos protestos contra o Kremlin aquando da reeleição de Vladimir Putin, em maio de 2012, que se transformou em palco de violentos confrontos. O perdão, de acordo com o texto aprovado por unanimidade, beneficia “setores sociais mais desprotegidos”, entre os quais estão menores de idade, grávidas e mães de filhos menores, incapacitados, militares e ex-polícias “que tenham participado na defesa da pátria”. Cerca de 25 mil pessoas preenchem as condições previstas, ficando de fora condenados por delitos graves e com penas de prisão superiores a cinco anos.

foto Maxim Zmeyev/Reuters
Rússia amnistia as Pussy Riot e ativistas da Greenpeace
Kieron Bryan, um dos detidos no protesto da Greenpeace

Os 30 tripulantes do quebra gelos da Greenpeace “Arctic Sunrise”, que estão em liberdade sob fiança após vários meses de prisão preventiva, não podem abandonar a Rússia até à conclusão do processo desencadeado após a tentativa de prender-se a uma plataforma petrolífera no Ártico russo.

Nadezhda Tolokónnikova e María Aliójina, duas das integrantes do grupo Pussy Riot já cumpriram a quase totalidade da pena de dois anos de prisão a que haviam sido condenadas por um tribunal de Moscovo por “violência motivada por ódio religioso”. As duas foram condenadas juntamente com uma terceira jovem, Yekaterina Samutsévich, que ficou em liberdade, após encenarem um número punk contra Putin e a cúpula eclesiástica russa no maior templo ortodoxo da Rússia. http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=3594729&page=-1

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: