REPÚBLICA BANANA PEOPLE

Publique sua OPINIÃO Sem CENSURA! DENÚNCIE! Seja Um Colaborador!

Disney prepara filme sobre atleta que desafiou Hitler

Posted by REPÚBLICA BANANA PEOPLE em dezembro 18, 2013

Disney prepara filme sobre atleta que desafiou Hitler

A Disney anunciou que está a preparar um filme biográfico sobre o famoso atleta negro norte-americano que nos Jogos Olímpicos de 1936, na Alemanha, conquistou quatro medalhas de outro em provas de velocidade e salto em comprimento. Jesse Owens desafiou Hitler que não viu cumprida a sua teoria sobre a superioridade da raça ariana. No entanto, o atleta lembra na sua biografia que a sua maior mágoa não está relacionada com a atitude do Hitler – que não o cumprimentou – mas de o presidente Franklin Roosevelt não lhe ter mandado sequer um telegrama a felicitá-lo.

Passados 77 anos, Jesse Owens ainda é uma figura lendária dos Jogos Olímpicos, por ser o atleta nego que desafiou o regime nazi nos jogos de 1936 realizados em Berlim. Apenas Carl Lewis igualou o seu feito ao ganhar quatro medalhas olímpicas na mesma competição em 1984. Agora a Disney pegou na lenda para produzir um filme biográfico sobre o atleta norte-americano. A realização está a cargo de Antoine Fuqua que realizou ‘Dia de Treino’ com Denzel Washington. O filme é baseado no livro ‘Triunfo’ escrito por Jeremy Schaap, jornalista da revista desportiva ESPN. David Seidler, premiado com um Oscar pelo filme ‘O discurso do rei’, assina o guião.

Apesar de ter desafiado Hitler com os seus resultados desportivos e de o líder nazi ter recusado apertar-lhe a mão como era esperado, saindo do estádio olímpico mal os atletas negros terminaram as suas provas, Jesse Owens deixou claro no seu livro de memórias que não se sentiu desprezado pelo chanceler alemão porque quando passou diante de Hitler ele levantou-se e acenou-lhe. O mesmo não sentiu em relação ao presidente dos Estados Unidos naquela época, Franklin Roosevelt, que não o quis receber na Casa Branca depois dos Jogos Olímpicos. Owens recorda a segregação racial nos Estados Unidos e referiu que de volta ao seu país, apesar de ser um campeão, não podia sentar-se nos bancos da frente do autocarro e não podia viver onde queria. Paula Mourato – http://www.dn.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=3593349&seccao=Cinema

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: